• Centro de Diagnósticos: exames de análises clínicas e imagem com segurança, rapidez e qualidade

Exames

O Hospital Villa-Lobos conta com um Centro de Diagnóstico para atuar no apoio a especialidades como Cardiologia, Infectologia, Neurologia, Oncologia, Ortopedia com segurança, rapidez e qualidade.

No Centro de Diagnósticos Villa-Lobos os clientes passam por exames de análises clínicas e de imagem com qualidade e segurança, pois contam com equipamentos de última geração e qualidade técnica de sua equipe médica e assistencial.

AGENDAMENTO DE EXAMES

Central de Reservas: (11) 3040.1200
Horário de atendimento: Segunda a sábado, das 8 às 20 horas

Alguns exames podem ser pré-agendados pelo site.

Indique local e horário mais convenientes para seu exame e agilize o atendimento. O preenchimento desta solicitação, no entanto, não garante o agendamento do exame. Aguarde o contato do Villa Lobos para confirmá-lo.

  • Seus Dados

  • Dados do Exame

  • Data e horário desejado para o exame

Angiografia

Método de realização de um exame radiográfico dos vasos sanguíneos, por meio da injeção de contraste intravascular. Tem o objetivo de fornecer um “mapa” vascular, que facilitará a localização de anormalidades desses vasos e com isso o diagnóstico de determinadas patologias.

Angiografia cerebral

A angiografia (ou arteriografia) cerebral é uma técnica utilizada para a detecção de anomalias dos vasos sanguíneos cerebrais: uma dilatação arterial (aneurisma), uma inflamação (arterite), uma configuração anormal (malformação arteriovenosa) ou uma obstrução vascular (acidente vascular cerebral).

Angioplastia Coronariana

Procedimento para a abertura do entupimento de uma artéria do coração. Usa-se um cateter que possui um pequeno balão na sua ponta, o qual, ao ser inflado dentro de uma artéria estreitada, desobstrui o vaso e facilita a passagem do sangue. Também pode ser aplicada uma minitela de aço, chamada “Stent”.

Aortografia dos Membros Inferiores

Procedimento invasivo para verificar a presença de obstruções ou dilatações na artéria aorta e seus ramos na região do tórax, abdômen, braços ou pernas. Um cateter fino e longo é introduzido dentro do vaso sanguíneo até o local a ser visualizado. Pelo cateter é injetado contraste a base de iodo que permitirá a visualização dos vasos.

Broncoscopia

Exame feito com um aparelho de fibras ópticas que permite a visualização interna do sistema respiratório, indo desde a laringe até os brônquios subsegmentares, indicado no diagnóstico e tratamento de patologias das vias aéreas.

Exame realizado apenas em pacientes internados.

Cinecoronariografia

Modalidade de cateterismo cardíaco que avalia o estado das coronárias e a eventual presença de obstrução/estreitamento, ocasionado pelas placas de gordura.

Colonoscopia Ambulatorial

Exame que permite a visualização direta do interior do reto, cólon e parte do íleo terminal através de um tubo flexível introduzido pelo ânus, contendo em sua extremidade uma mini câmera que transmite imagens coloridas, podendo ser fotografadas ou gravadas em vídeo.

Ecocardiografia Com Doppler Colorido

Exame de ultrassom em cores, no qual as imagens do coração são captadas por um transdutor colocado sobre o tórax do paciente e transmitidas para um monitor. É um método diagnóstico muito utilizado em cardiologia para a detecção de alterações estruturais ou funcionais do coração.

Ecocardiograma com estresse farmacológico

O ecocardiograma com estresse farmacológico é um ultrassom do coração, associado ao uso de medicamentos que provocam aumento do trabalho cardíaco e possibilitam visualizar a contração do coração em repouso e em esforço máximo.

Eletrocardiograma

O eletrocardiograma de repouso é um exame diagnóstico que possibilita a avaliação do ritmo cardíaco do paciente em 12 derivações. Ele é muito utilizado para avaliação dos pacientes em pré-operatório.

Endoscopia Digestiva

Exame das paredes da parte superior do aparelho digestivo, o que inclui o esôfago, o estômago e o duodeno (primeira parte do intestino delgado). O aparelho usado para o exame é um tubo fino e flexível – o endoscópio, que permite ao médico observar as imagens em um monitor de vídeo.

Holter

O Holter é um método de diagnóstico cardiológico que consiste basicamente em um ECG (eletrocardiograma) de longa duração. O exame tem duração de 24 horas e nele realiza-se uma gravação contínua do ECG, com um gravador portátil que o paciente carrega durante suas atividades habituais. Avaliação de sintomas provavelmente relacionados à presença de alteração do ritmo cardíaco e avaliação da efetividade do tratamento instituído.

Laringoscopia Direta

Exame da porção mais alta das vias aéreas (nariz, laringe e faringe) por meio de um aparelho chamado laringoscópio, portando em sua extremidade uma mini câmera que transmite imagens a um monitor. Há dois tipos: um rígido, que normalmente é introduzido pela boca, e um aparelho que consiste de um fino tubo flexível de fibras óticas, introduzido através do nariz (nasolaringoscopia).

Exame realizado apenas em pacientes internados.

M.A.P.A. (Monitorização Ambulatorial da Pressão Arterial)

O MAPA é um exame indicado para diagnóstico e avaliação de tratamento da Hipertensão Arterial Sistêmica. Para isso, são realizadas medidas seriadas da Pressão Arterial (PA), conforme programação pré-estabelecida. O exame tem a duração de 24 horas e neste período o paciente permanece com um manguito de pressão em um dos braços, que é conectado a um gravador por meio de uma extensão longa de borracha.

Radiologia Intervencionista

Radiologia Intervencionista abrange um número muito grande de exames diagnósticos e terapêuticos, e está em franca ascendência em todo o mundo. Tem seu grande crescimento e reconhecimento como especialidade médica principalmente devido ao caráter pouco invasivo, curto tempo de internação, rápido retorno do paciente a suas atividades, alta taxa de sucesso e resolutividade e atuação em diversas especialidades médicas. Suas principais áreas de desenvolvimento hoje são a Oncologia, Doenças Cardio-Vasculares, Doenças do Fígado, Doenças da Coluna Vertebral, Ginecologia.

Radiologia Geral e Especializada (Raio-X)

Radiologia se refere às imagens obtidas com a emissão de radiações (Raios X). É uma forma de radiação eletromagnética, de natureza semelhante à luz. O exame de raios-X fornece imagens rápidas, de alta qualidade, o que faz o exame ser bastante apropriado para examinar os ossos e tecidos densos como em imagens dentárias e detecção de fraturas ósseas. Outras utilizações da radiografia incluem o estudo de órgãos no abdômen, tais como fígado e bexiga; radiografia de tórax para doenças do pulmão, tais como pneumonia ou câncer de pulmão e mamografia.

Ressonância Magnética

Método de diagnóstico por imagem que usa ondas de radiofrequência e um forte campo magnético para obter informações detalhadas dos órgãos e tecidos internos do corpo, sem a utilização de radiação ionizante. Permite obter imagens mais nítidas dos tecidos moles próximos aos ossos, e é amplamente utilizada para o diagnóstico de pequenas rupturas e lesões em ligamentos, tendões e músculos.

Retossigmoidoscopia

Exame endoscópico de imagem realizado através da observação direta do interior do canal anal, reto e cólon sigmoide e intestino grosso (porção final), com aparelho rígido como com aparelho flexível, sendo que o alcance de visão deste último é maior.

Teste Ergométrico

Também chamado teste de esforço, é um método não invasivo de análise das respostas cardiovasculares frente ao exercício físico. O teste ergométrico é empregado para diagnóstico, prognóstico e seguimento da doença arterial coronária, hipertensão arterial e das arritmias cardíacas.

Tomografia Computadorizada Multi Slice

Exame complementar de diagnóstico por imagem, que consiste numa imagem que representa uma secção ou “fatia” do corpo, de até 0,6mm, transversais de diversos órgãos do corpo humano. É obtida através do processamento por computador de informação recolhida após expor o corpo a uma sucessão de raios X.

Ultrassonografia

Método diagnóstico muito recorrente que utiliza o eco gerado através de ondas ultrassônicas de alta frequência para visualizar, em tempo real, as estruturas internas do organismo. A onda sonora é produzida por um transdutor piezoelétrico, que entra em contato com o paciente através da pele e gera ondas de ultrassom (capazes de transformarem energia elétrica em mecânica e vice-versa).